terça-feira, 22 de julho de 2008

Curiosidades! - Orquídeas em hidroponia.


"...As leis da natureza estão aí para que as decifremos. A tarefa pode não ser fácil, mas, ao contrário da Rainha de Copas em Alice no País das Maravilhas, Ele não fica mudando as regras de um jogo que já começou ..." (Bulent Atalay em A Matemática e a Mona Lisa: a confluência da arte com a ciência). Adorei este livro justamente por transmitir mensagens deste tipo.

Mas com a nossa limitação humana, muitas vezes para irmos decifrando estas leis precisamos fazer experimentos que simplifiquem a realidade, tal como nesses casos, onde foram plantadas mudas de orquídeas utilizando-se de técnicas de hidroponia. Experimento conduzido por uma colega, eu fui mero "telespectador".











A hidroponia permite eliminar a interferência de poeiras e diversos substratos em estudos de nutrição de plantas. As plantas são fixadas em suportes, no caso, em placas de isopor ou em tampas dos potes plásticos e, nutridas com sais dissolvidos na água. As raízes não morrem porque existe uma bomba jogando ar constantemente na solução.

Há um tempo atrás, eu brigava muito nas listas de discussão contra aqueles que defendiam cegamente (cegamente em todo sentido da palavra!!!) a tal da adubação foliar, mas agora ando meio cansado disso, e contra dogmas não há argumentos. Não que não surta efeito, surte efeito porque os nutrientes de alguma forma chegam nas raízes.

Escrevi algo tem um certo tempo http://mvlocatelli.blogspot.com/2007/04/dicas-para-uma-adubao-mais-eficiente.html, e estou devendo outras matérias a respeito.

Na ocasião das fotos as Dendrobium nobile estavam sendo cultivadas há mais tempo que as outras espécies em hidroponia, por isso estão mais vigorosas em relação aos demais, reparem pseudobulbos mais velhos (as mudas vieram de keikes) tendo cerca de 5 cm de altura e os novos, surgidos durante o cultivo hidropônico com mais de 30 cm. Logicamente por motivos que conhecem, as Dendrobium não floresceram, mas sim, deram um monte de keikes.























Algumas pessoas criticam e questionam porque coloco minha assinatura em cima dos objetos principais das minhas fotos que publico, a razão é que quero manter estas fotos com o registro de minha autoria pois eu as utilizo em cursos e palestras que ministro eventualmente, e já me aconteceu de eu me deparar com fotos minhas pela net sem o devido registro de sua fonte, o que possivelmente pode me privar de contatos que me são de interesse, uma vez que a agronomia é minha profissão.

3 comentários:

Pedro Amorim Pereira disse...

Concordo TOTALMENTE com a colocação do endereço em cima das fotos. As fotos sao suas e devem pedir a sua permissão para as usar.

evair disse...

vc não me pediu autorização para tirar fotos do meu trabalho kkkkkkkkkkkkkkkkkkkk!!!!! to zoando, excelente trabalho Marcus.

Guto Barbosa disse...

Incríveis resultados! Você teria alguma receita de adubação para esse cultivo? As concentrações de nutrientes na água e o tempo para troca dessa água? Obrigado